Sobre...

> Fórum Internacional Gaia - Todo um Mundo


Gaia todo um Mundo
Fórum Internacional


Foi deste cais do Douro que partimos para mundo. Agora, vamos recebê-lo de volta em toda a sua diversidade, ao longo de quatro dias de música, arte urbana, dança, marionetas e pensamento, na celebração da Humanidade que é o Gaia Todo um Mundo – Fórum Internacional

Artistas e pensadores de países tão diversos como Angola, Nova Zelândia, Brasil, Síria, Austrália, Islândia, Gambia, entre mais de 20 nacionalidades dos cinco continentes, vão encontrar-se com Gaia para uma festa do planeta em que todos são chamados a dar voz ao futuro.

Entre 15 e 18 de junho, o Gaia Todo um Mundo será ponto de encontro da criação universal, mas também espaço para construção de novas propostas para os problemas que nos interpelam como cidadãos da Terra. Para a primeira edição deste Fórum Internacional, escolhemos o tema do “Desenvolvimento Sustentável e Alterações Climáticas”, cientes, enquanto populações ribeirinhas, da urgência de encontrar caminhos para proteger a nossa casa comum.

Pelas ruas do centro histórico de Gaia vai desenrolar-se este fórum de pensamento e festa das artes, numa série de espetáculos e conferências, muitas delas de acesso livre. Entre o largo Miguel Bombarda e o da Batalha de Aljubarrota, pelas centenárias ruas Sete Passadas, Direita ou Sampaio Bruno, pelos largo e recantos deste património inconfundível, em locais como o Armazém 22, o convento Corpus Christi ou o espaço Zé da Micha, vamos descobrir, durante quatro dias, como somos ricos quando estamos juntos.

Cruzando a rota das marionetas, descobrindo a rota dos palcos, perdendo-nos pela rota dos petiscos, revelando a rota da arte urbana, a cidade múltipla vai dar a conhecer-se, recebendo gente de todas as partes, sob o signo da defesa do Ambiente.

Gaia evoca a herança do seu nome, o da deusa grega Mãe-Terra, elemento primordial e catalisador do espírito de comunhão de culturas e de civilizações. Em Gaia todos são irmãos, filhos da mesma Terra, para lá da sua língua, da sua religião ou da sua cor. Em junho. Gaia Todo um Mundo. Porque é dele que somos feitos.